5, 6, 7 e 8 – Respira, plié

Qtumblr_m50i0rEAr41rska4lo1_500uero que vocês saibam que eu voltei ao ballet. Mas a volta foi mais dolorosa do que imaginei, não pelas dores físicas, mas pelo sentimento que acompanhou minha volta.

Arrumei meu coque, peguei o collant no fundo da gaveta, calcei as sapatilhas. Ao contrário do que me acostumei, não me senti tão bem. Olhei no espelho e não me senti bailarina.

Ao entrar na sala, vi rostos que acompanhavam meus movimentos. Fui até a barra, minha amiga de longa data que sempre me acolheu. Dessa vez era uma barra fria. Apoiei minha mão nela, preparei para resgatar velhos hábitos, a naturalidade de executar uma sequência de pliés. Mas já não era tão fácil e os movimentos não mais fluíram. Executei da melhor maneira todas as barras de nomes tão conhecidos.

Me dirigi ao centro, mas não fui até a frente encarar o espelho. Escolhi esconder-me na última fila. Olhei atentamente as outras pessoas, tão confortáveis em movimentos que minha mente conhecia e meu corpo se recusava a fazer.

Senti o peso de meses sem aulas, sem dança. Senti o corpo cedendo ao que era tão simples. Senti o coração pesando por não me identificar mais como bailarina. Mas voltei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: