5, 6, 7 e 8 – Respira, plié

Qtumblr_m50i0rEAr41rska4lo1_500uero que vocês saibam que eu voltei ao ballet. Mas a volta foi mais dolorosa do que imaginei, não pelas dores físicas, mas pelo sentimento que acompanhou minha volta.

Arrumei meu coque, peguei o collant no fundo da gaveta, calcei as sapatilhas. Ao contrário do que me acostumei, não me senti tão bem. Olhei no espelho e não me senti bailarina.

Ao entrar na sala, vi rostos que acompanhavam meus movimentos. Fui até a barra, minha amiga de longa data que sempre me acolheu. Dessa vez era uma barra fria. Apoiei minha mão nela, preparei para resgatar velhos hábitos, a naturalidade de executar uma sequência de pliés. Mas já não era tão fácil e os movimentos não mais fluíram. Executei da melhor maneira todas as barras de nomes tão conhecidos.

Me dirigi ao centro, mas não fui até a frente encarar o espelho. Escolhi esconder-me na última fila. Olhei atentamente as outras pessoas, tão confortáveis em movimentos que minha mente conhecia e meu corpo se recusava a fazer.

Senti o peso de meses sem aulas, sem dança. Senti o corpo cedendo ao que era tão simples. Senti o coração pesando por não me identificar mais como bailarina. Mas voltei.

Algumas explicações e uma triste notícia

Olá pessoal, sei que tenho que dar algumas explicações pra vocês. Vamos lá.

Milena porque você não tá postando mais?
Na verdade ando sem tempo, pois é gente. Estava estudando demais e acabei me desligando do blog.

E a sua apresentação de fim de ano? Como foi?
Não foi. Exatamente isso, não me apresentei.

Nossa, o que aconteceu?
Eu, infelizmente (e digo isso de uma maneira muito triste), não estou mais fazendo ballet.

Porque?
Estudo, estudo, estudo.

Mas agora eu sai de férias e espero que tudo esteja resolvido. Certo? Qualquer dúvida continuo aqui, responderei suas perguntas e aceito dicas de posts.

*****

Vamos agora a triste notícia, meu querido blog foi plagiado. DE NOVO. Se você me acompanha desde o começo sabe que eu já tive vários blogs (Bailarina Forever, Para Sempre Bailarina (blogger), Para Sempre Bailarina (tumblr) e mais recentemente o Sapatilhas e tutus), e eu já tinha sido plagiada antes, mas sempre era uma imagem ou um trecho do texto. Dessa vez encontrei o meu post sobre sapatilhas de ponta em uma página do Facebook, utilizando as minhas imagens e o texto na integra, sem a mínima referencia ao meu blog e sem nenhuma palavra do dono(a), da página. Enviei uma mensagem à página e apesar de ter sido visualizada não obtive resposta. Realmente fico decepcionada com isso, e a vontade que eu tenho é de simplesmente apagar o blog, mas me lembro que tem pessoas que gostam das informações e respeitam o trabalho que eu tenho para escrever.

Então se vocês que plagiam não tinham sido avisados, agora estão: Eu não aceito ver o conteúdo do meu blog sem a devida referencia. PLÁGIO É CRIME.

Aos que não plagiam eu peço desculpas.

Então se você quer saber onde foi, aqui esta. (E ainda por cima se trata de uma loja! Imaginem como meu sangue subiu?)

Volto logo com novidades pra vocês.

assinatura

Gostei porque sim!

Pelas minhas buscas no youtube e o meu amor pelo Prix de Lausanne. Eu me encantei pelos Contemporâneos. Confesso que estou mais atraída por esse lado do ballet. Separei os meus preferidos:

Alaia Rogers-Maman – USA – Variation : Traces Solo

Leticia Domingues – Brasil – Variation: First Flash solo number 2 – Jorma Elo

Veronica Silva – Brasil – Variation: “Saraband” from “Vasos Communicantes” – Goyo Montero

Não são perfeitos? E vocês gostam de contemporâneo?

assinatura

Eu dançaria…

Desde que comecei o ballet sempre sonhei em dançar uma variação. Um solo. Porém as coisas mudam e conforme fui aprendendo fui mudando minhas favoritas. Quando escrevi esse post no “Bailarina Forever” as minhas duas favoritas que eu queria muito dançar eram “Esmeralda” e “A Fada Açucarada”. Hoje “A Fada Açucarada” ainda esta no meu coração, porém, não como favorita. Agora, eu dançaria:

“Swanilda” (Coppélia, 1°Ato), Charline Giezendanner.

“Cupido” (Don Quixote), Evgenia Obraztsova

E vocês? O que dançariam?

assinatura

Sapatinhos Vermelhos (The Red Shoes)

6364784833_04c6e416cb_b

Hoje eu resolvi trazer pra vocês uma coisa que eu encontrei. Um vídeo de Sapatinhos Vermelhos de 1948. Um ballet diferente dos outros que eu já assisti, porém encantador. Nesse vídeo é possível ver algumas mudanças no ballet, a tal questionada “perna alta” não aparece. Vale a pena ver.

 

História:

Uma bela tarde, uma jovem garota passeia na feira com seu namorado, e vê em uma vitrine um par de sapatos vermelhos e se encanta, porém são muito caros. Depois de algum tempo discutindo com seu namorado que não acha uma boa ideia comprá-los o vendedor resolve dar os sapatos para a menina.

tumblr_llrbc7a7ir1qglnd4o1_500

Imediatamente ela abandona os seus sapatos e calça os vermelhos. E começa a dançar pela feira, depois de horas dançando ela estava completamente exausta

Confundi então a fantasia com a realidade, exausta tenta encontrar o caminho pra casa, porém desmaia e morre. O namorado então a encontra e retira os sapatos e a leva para casa. O vendedor encontra as sapatilhas e recoloca-as na vitrine esperando a próxima vítima.e procura o namorado mas sem encontrá-lo, avista então o conhecido vendedor.

The Red Shoes (1)

The Red Shoes (2)

assinatura